Perguntas frequentes sobre alertas eBird e espécies-alvo

Como é que eu acedo aos alertas eBird?

Como é que subscrevo ou desisto da subscrição de alertas por email?

Porque é que deixei de receber alertas?

Porque é que a minha observação não foi incluída nos alertas? 

O que significam “Confirmado” vs “Não-Confirmado” nos alertas?


Quais são os diferentes tipos de alertas eBird?

  • Alertas de Raridades são registos recentes de espécies pouco usuais para uma região ou país. Mais úteis para: espécies pouco frequentes na sua região

  • Alerts ABA são listas de raridades código 3 ou mais elevado da American Birding Association (ABA) reportadas nos Estados Unidos e no Canadá nos últimos 7 dias. Mais úteis para: registos de raridades nacionais para os Estados-Unidos e Canadá

  • Alertas “Precisa de” trazem-lhe os registos mais recentes de aves que ainda não observou numa região. Mais útil para: encontrar novas aves para as suas listas pessoais.

  • Espécies-alvo não são enviadas por email mas constituem outra forma de encontrar novas espécies que ainda não observou numa área. Espécies-alvo para fotografia e áudio são alertas específicos para espécies que ainda não fotografou ou gravou.


A combinação de alertas “Precisa de” com “Raridades” é uma óptima forma de ter uma visão completa das raridades de uma região, assim como das espécies que estará pessoalmente interessado em ver.




Questões frequentes sobre Alertas e Espécies-alvo


Como é que eu acedo aos alertas eBird?


Tanto os Alertas como as Espécies-alvo podem ser encontrados no separador Explorar na página do eBird.org, por baixo de “Espécies que você precisa”. Nestas páginas pode ver registos de espécies relevantes numa região nos últimos 7 dias.


eBird Alerts options

Como é que subscrevo ou desisto da subscrição de alertas por email?


Pode “Ver” os alertas que subscreveu na página de alertas em qualquer altura. Pode também escolher se quer receber alertas diários ou de hora a hora, clicando no botão verde Subscrever. 


Como é que modifico as preferências de alertas?

Pode mudar a frequência com que recebe emails ou desistir da subscrição directamente na página principal de alertas

a qualquer altura. Pode também usar essa página para desistir da subscrição de qualquer alerta, clicando no ícone “Remover Subscrição” à direita de cada alerta.  

 

Nota: se lhe parece que não conseguiu desistir da subscrição de alertas, é porque subscreveu os mesmos alertas em duplicado através de contas múltiplas no eBird. Terá de gerir as suas subscrições fazendo login em cada conta em separado. Veja aqui mais informação sobre resolução de problemas.


Porque é que deixei de receber alertas?


Se deixou de receber alertas inesperadamente:

  • Verifique se os emails estão nas pastas de Spam ou Lixeira da sua caixa de email. Pode ter de marcar os alertas como “não spam” para voltar a recebê-los na pasta principal. 
  • Verifique se o endereço de email associado à sua conta Cornell Lab está actualizado em: Conta Cornell Lab
  • Verifique as páginas de Alertas e Espécies-alvo (veja acima "Como é que eu acedo aos alertas eBird?") para se certificar de que ainda está inscrito na secção “Meus Alertas”.

Lembre-se que os alertas de email só são enviados quando há um registo NOVO de uma raridade ou espécie-alvo na região para a qual se inscreveu.


Porque é que a minha observação não foi incluída nos alertas?


Veja abaixo em Alertas de Raridades e Alertas ABA as descrições de que espécies são incluídas em cada tipo de alerta. De uma maneira geral, só espécies marcadas como Raras (indicando que são pouco frequentes para a data e local), reportadas recentemente, são incluídas nos alertas. Saiba mais sobre o processo de sinalização das espécies "Raras”. Tenha em atenção que só as espécies para as quais o limite do filtro é 0 aparecerão nos alertas – ao contrário de contagens altas assinaladas para revisão, que não aparecerão.


Os alertas de raridades encontram-se limitados a 500 registos nos últimos 7 dias. Se houver mais de 500 Alertas recentes numa dada região, os registos menos recentes de cada espécie podem não aparecer (para que cada espécie permaneça na lista, mas poderão ser mostrados apenas os registos mais recentes).



Se tem a certeza que a sua observação deveria aparecer num alerta de Raridades mas não aparece, por favor certifique-se na página de preferências que a opção “Ocultar os meus dados dos alertas eBird” não está seleccionada.


O que significa “Confirmado” versus “Não-Confirmado” nos alertas?


Para assegurar que a notificação de espécies potencialmente entusiasmantes é dada atempadamente, os alertas podem ser enviados antes de terem sido revistos por um revisor local voluntário. Por outras palavras, os alertas incluem observações “Aceites” e também observações não-revistas. 


Observações aceites têm  "CONFIRMADO” escrito ao lado do nome da espécie. Se não vê CONFIRMADO junto da espécie num alerta por email (ou vê o não-confirmado a laranja na página de alertas), a observação ainda não foi revista por um editor local voluntário.

Espécies que foram revistas e consideradas “não confirmadas” pelo revisor não serão incluídas nos alertas.



Alertas de Raridades


Que espécies são incluídas? Os alertas de raridades do eBird notificam-no quando uma espécie classificada como “Rara” é reportada na sua região de interesse nos últimos 7 dias.  

 

Uma ave que não tenha a seu lado o ícone Rara quando é reportada não aparecerá nos alertas de raridades. Saiba mais sobre o processo de sinalização das espécies “Raras”.

eBird mobile rare


eBird website rare


Quando subscreve alertas de raridades para uma região ou país, será notificado sempre que uma espécie classificada como rara é reportada em qualquer parte dessa região ou país. As espécies são consideradas “raras” para a sua localização ou para a altura do ano. Isto significa que pode receber alertas para aves que não são consideradas raras noutros locais dessa região/país, ou noutra altura do ano.



Alerta de raridades ABA


Que espécies são incluídas? O "Alerta de raridades ABA" mostra todas as raridades consideradas pela American Birding Association reportadas recentemente nos Estados Unidos e no Canadá. “Raridades ABA” consistem em aves classificadas com os Códigos ABA 3, 4 ou 5 nas Listas ABA. Aves com estes códigos representam raridades nacionais para a Área ABA.


Os alertas de raridades ABA aplicam-se apenas às espécies que são muito difíceis de encontrar nos Estados Unidos e  no Canadá. Raridades locais ou regionais NÃO são incluídas nestes alertas. Por exemplo, um Phalacrocorax penicillatus pode ser muito raro na maior parte da América do Norte, mas a observação não aparecerá nos alertas ABA uma vez que é uma espécie esperada na costa noroeste do Pacífico.


Alertas “Precisa”


Que espécies são incluídas? Uma espécie “Precisa” é qualquer ave que ainda não esteja na sua lista de espécies vistas numa região. Pode tratar-se de uma espécie que ainda não tenha encontrado na sua região, ou mesmo espécies que ainda lhe faltam observar no país inteiro.

 

Por exemplo, um alerta “Precisa” para a Costa Rica mostra-lhe aves reportadas nos últimos 7 dias que são uma novidade para a sua lista de espécies vitalícia para a Costa Rica (ou seja, aves que nunca reportou na Costa Rica – mesmo que as tenha reportado noutros locais).


Pode também subscrever os alertas Precisa Anuais, que incluem aves que são uma novidade para a sua lista deste ano na Costa Rica – mesmo que essas  aves já tenham sido reportadas em anos anteriores.  

NOTA: os alertas “Precisa” são específicos para regiões e podem incluir aves que já reportou noutros locais. Não é possível receber estes alertas para reportes de espécies de uma região que precisa para outra região. Por exemplo, não pode receber alertas para aves reportadas no distrito de Faro que precisa para Portugal inteiro. Para este tipo de listas à medida, veja abaixo as "Espécies-alvo eBird".


Porque é que não posso receber alertas Precisa para alguns países?

Não é possível receber alertas para o país inteiro no caso dos Estados Unidos, Canadá e México. Isto acontece por razões de performance da base de dados, dado o volume muito alto de reportes a partir destes países. Se deseja receber estes alertas dos Estados Unidos, Canadá ou México, por favor subscreva alertas para vários estados/províncias.


Espécies-alvo eBird

Espécies-alvo são a melhor forma de descobrir novas aves na sua área. Caso queira observar aves durante um fim-de-semana ou esteja a planear umas férias, as Espécies-alvo podem ajudá-lo a encontrar uma espécie vista no seu país pela primeira vez no ano ou até mesmo uma espécie que vê pela primeira vez na vida. 

 

"Espécies-alvo" criam uma lista priorizada das aves regionais, nacionais ou “lifers” que pode esperar encontrar numa região. Basta introduzir uma região, uma selecção de alguns meses do ano, e depois seleccionar com qual das suas listas pessoais quer comparar. O eBird compara a sua lista seleccionada com a lista total das espécies para aquela região e altura do ano. 

Os resultados podem ser organizados por ordem taxonómica ou por frequência (a percentagem de listas completas que reportaram essa espécie). Quanto mais alta a frequência, mais listas contêm essa espécie e melhores serão as suas hipóteses de encontrar determinada ave naquela região! 

 

Espécies-alvo para fotos e áudio são espécies que pode já ter reportado, mas sem ter adicionado uma fotografia ou uma gravação de som. Para mudar para estes alvos específicos, clique no ícone azul de uma roda dentada no canto superior direito da página de Espécies-alvo.

 

Imagine que vai viajar até à Colômbia este Inverno. Quer saber quantas aves estão reportadas na Colômbia que você nunca observou em lado nenhum (“Lifers”). Vá à página de espécies-alvo do eBird, introduza “Colômbia” como região, “Dezembro” em Altura do ano, e escolha aves que precisa no “Mundo” para a sua “Lista Total”. E voilà – aqui está a lista das espécies com maior probabilidade de serem “lifers” para si, para aquela altura do ano. 



Se quiser procurar mais perto de casa, pode modificar a região e os campos “Para você” e seleccionar “Lista Total”, “Lista Mensal” ou mesmo “Lista diária” para obter uma lista personalizada de espécies da sua região que nunca reportou nesse mês ou nesse dia. Que novas espécies pode adicionar à sua lista de aves de Novembro? Quantas aves da sua região precisa para a sua lista de espécies do 1º de Maio? As possibilidades são infinitas!